Como ler sem gastar nada

Escolhendo livros em uma biblioteca no Japão
Escolhendo livros em uma biblioteca no Japão

Como ler vários livros sem gastar dinheiro

O acesso à leitura muitas vezes é dificultado pelo elevado preço dos livros e pela grande falta de informação sobre as diversas maneiras de se ler gastando pouco, ou em alguns casos, sem gastar absolutamente nada.

Vou tentar listar aqui as maneiras que eu conheço para se ter acesso a livros, começando com as totalmente grátis e seguindo para as que eu considero acessíveis.

Biblioteca pública

Esse é um dos meios mais fáceis para se conseguir todo o tipo de livro. Na verdade é um meio quase inesgotável já que dificilmente você vai conseguir ler todos os livros disponíveis e que satisfaçam seu interesse. 

Você ainda conta com a possibilidade de pedir indicações para as pessoas que trabalham na biblioteca, que não só podem ter o hábito da leitura também, como conhecem os livros mais procurados e podem mostrá-los para você.

A limitação que eu vejo, sendo eu funcionário de uma biblioteca, é a falta de informação. Você se assustaria ao descobrir a quantidade de pessoas que não sabem que não precisa pagar absolutamente nada para pegar livros em uma biblioteca pública.

Uma outra coisa que desencoraja as pessoas, principalmente os jovens, é a criação de uma imagem negativa e chata com relação às bibliotecas, muitas vezes criada de maneira inconsciente na escola. Vai me dizer que nunca ficou de castigo na biblioteca?

Cabines literárias

Uma iniciativa bem legal que tem tomado forma pelo país, é a utilização de antigas cabines telefônicas como ponto de troca de livros. Você pega um livro da cabine e deixa um se possível, quando terminar de ler você simplesmente devolve. Tudo isso sem o intermédio direto de outra pessoa, o que pode ser legal para pessoas tímidas ou em situação de rua, que muitas vezes não se sentem confortáveis indo até a biblioteca pública.

A dificuldade com as cabines literárias é manter sua organização, já que nem todas as pessoas dão o devido valor a esse importante meio de acesso à leitura. É comum que os livros não voltem para a cabine, ou que a mesma seja bagunçada pelos usuários, o que consequentemente afasta as próximas pessoas que iram se beneficiar dela.

Livros digitais

Não é segredo algum que a tecnologia avança cada vez mais rápido para devorar nossos corações, diante disso é importante não tratá-la como uma inimiga, mas sim como uma poderosa aliada da leitura. Eu não vejo o livro digital como uma ameaça ao livro físico, eu mesmo tenho um Kindle e assino Kindle Unlimited, algumas vezes é bem mais prático ler e-book do que encontrar determinado livro.

Não estou de maneira alguma incentivando a pirataria, já que eu mesmo sou contra ela de todas as formas, mas existe uma quantidade IMENSA de livros que já caíram em domínio público, ou seja, podem ser baixadas gratuitamente acessando http://www.dominiopublico.gov.br/ e lidas diretamente no seu celular.

Além disso, os livros em formato digital costumam ser bem mais baratos que os livros físicos, o que pode te ajudar aquele livro que você tanto quer mas não tem dinheiro pra comprar e ainda pagar o frete.

Se não bastasse tudo isso, a Amazon oferece vários livros gratuitamente no seu aplicativo, além de ter promoções em determinadas épocas do ano onde eles oferecem algum best-seller de presente. Esse ano eu ganhei As Cavernas de Aço, de Isaac Asimov.

Sebos

Há também a possibilidade de comprar livros usados, ou de trocar seus livros por outros em um sebo. Se você procurar com calma vai encontrar livros em ótimo estado por preços maravilhosos. Inclusive obras que talvez você encontre dificuldade para comprar em uma livraria tradicional.

Que tal um clube de leitura acessível?

Também nessa pegada de ser acessível, surgiu o Literatour, que funciona como uma espécie de sebo online onde você pode obter descontos colocando seus livros usados para circular e ainda tem toda a experiência de um clube de assinatura de livros como TAG ou Intrínsecos: todo mês você receberá uma caixinha surpresa com livros para expandir seu Universo literário além de outros mimos.

Por trabalhar com livros usados, os preços são super acessíveis, começando em R$15,90, e também tem desconto na assinatura com o cupom PROTOTIPO, tá esperando o que pra aproveitar? Inclusive, se inscreva no blog que em breve terá resenha da caixinha de livros do Literatour.

A última opção: pegar livros emprestado

Deixei por último esse tópico, por achar algo bastante controverso, e por ter mudado de opinião recentemente. Durante toda minha vida eu odiei emprestar livros, e deixava todos os meus livros mofando na estante, até perceber que imenso desperdício de conhecimento isso é.

Hoje em dia podemos dizer que eu desapeguei dos meus livros e estou pronto para emprestá-los, doá-los, ou o diabo a quatro. Livro parado é conhecimento que poderia estar circulando mas não está, então pense com carinho: se realmente faz sentido deixar os livros aí parados.

Após expor minha visão sobre isso, vamos ao que interessa: pegar livros emprestados com amigos.

Antes de pegar um livro emprestado, tenha certeza de que você realmente quer ler, e tem tempo para fazê-lo, já que é super comum a pessoa pegar um livro emprestado, não ler e nunca mais devolver. Além disso, tome o máximo de cuidado possível, isso garante que a pessoa vai te emprestar novamente quando precisar.

Você conhece outros meios de ter acesso à leitura sem gastar muito dinheiro?

Essas são as maneiras que eu conheço para se ter acesso a uma quantidade razoavelmente alta de livros sem muitos gastos, ou até mesmo sem nenhum gasto. Apesar de não acreditar nessa ideia de que a leitura é algo que todos devam praticar, o acesso deve ser oferecido a todos, para que a pessoa possa decidir ler ou não ler pela experiência, e não pela falta dela.

Espero que esse texto tenha ajudado de alguma forma a espalhar esse hábito que pode ser tão mágico e com um poder transformador absurdo, assim como todas as outras formas de se transmitir informações e experiências. Caso tenha outras sugestões, não deixe de comentar e ajudar a todos.

Carinhosamente
Marcos Mariano

Comentários